Circolo Trentino di São Paulo Circolo Trentino di São Paulo

Notícias

Mostra fotográfica Nostra patria è giù lontana

Entre os dias 01 e 05 de março, a cidade catarinense de Treze Tílias exibiu a mostra fotográfica Nostra patria è giù lontana, è nel Tirol  ("Nossa pátria está longe, no Tirol"), com as mesmas fotos da mostra organizada pelo CTSP em 2012 na cidade de Trento (Itália).

A mostra foi oficialmente aberta no sábado, 01/Março, pela Secretária de Cultura de Treze Tílias, Sra. Gabriela Rugere. Logo após, ocorreu uma palestra proferida pelo Prof. Everton Altmayer, diretor de cultura CTSP, intitulada "A imigração tirolesa no Brasil, de 1859 a 1933".

O evento de abertura contou com a presença de moradores da cidade (alguns nascidos na Áustria e na Itália) e da Cônsul da Áustria para Santa Catarina, Sra. Anna Lindner Pichler von Tennenberg, filha do imigrante Franz Lindner, natural de Bolzano que se tornou um industrial de sucesso no oeste catarinense.

Prof. Altmayer apresentou dados sobre a primeira imigração de austríacos para o Brasil, ocorrida em 1859 no Espírito Santo (S. Leopoldina), com a chegada de tiroleses de língua alemã. Tratou-se, em seguida, da Missão de Pietro Tabachi, que trouxe, a partir de 1874, tiroleses de língua italiana (trentinos) para a região de Venda Nova do Imigrante - ES. A partir de então, os trentinos (que representam a grande maioria de imigrantes tiroleses) se estabeleceram nos estados do Sul e Sudeste.

Prof. Altmayer salientou que os trentinos eram imigrantes saídos principalmente durante o período em que todo o Tirol estava unido no interno do Império Austríaco e que, portanto, embora hoje enquadrados no contexto da imigração italiana, os trentinos, assim como os demais imigrantes de regiões outrora austríacas (como a Boêmia tcheca, a Galícia polonesa e o Friuli italiano), também representam a imigração austríaca no Brasil.

A imigração mais recente foi aquela de Treze Tílias (Santa Catarina), ocorrida a partir de 1933, com tiroleses de língua alemã saídos do Tirol austríaco e da província de Bolzano.

A decoração da mostra ficou por conta da prefeitura municipal de Treze Tílias, que elaborou 6 ambientes diferentes. As fotos que retratam a imigração trezetiliense estavam "a bordo" de uma réplica do Navio Principessa Maria, que trouxe os imigrantes tiroleses que fundaram a cidade.

 

Durante os dias em que a mostra esteve aberta ao público, moradores da cidade e turistas puderam conhecer um pouco da história e do cotidiano das principais comunidades de imigração tirolesa (trentina) no Brasil, presentes nos estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Espírito Santo.

Muitos turistas de origem trentina aprovaram e se emocionaram ao verem fotos dos primeiros anos da imigração trentina, quando as dificuldades não faltavam. Muitos comentavam as "curiosidades" como o primeiro monumento à imigração tirolesa, construído no final do século XIX em Caxias do Sul (RS), na atual Praça dos Tiroleses.

O CTSP agradece a Prefeitura Municipal de Treze Tílias, a Associação de Turismo de Treze Tílias (Asturtílias) e o Centro Cultural Dona Leopoldina, bem como a Rádio Tropical FM pela divulgação do evento.